"Negam atendimento a suspeita de ebola em Porto Alegre"

Negam atendimento a suspeita de ebola em Porto Alegre

Duas enfermeiras do Samu poderão ser punidas por não prestarem socorro a senegalês com suspeita de ebola. Após descartado a possibilidade outra equipe foi acionada.

Duas enfermeiras negam socorro em Porto Alegre
Duas enfermeiras do Samu de Porto Alegre negaram prestar atendimento a paciente com suspeita de ebola (Foto: Twitter).

Ao solicitarem serviço medico feito por um senegalês na cidade de Porto Alegre, duas enfermeiras da se negaram a prestar socorro na tarde de ontem (15), após ouvirem que os sintomas se pareciam ao vírus ebola.

As duas profissionais do Serviço de Urgência (Samu), poderão ser punidas por não prestarem socorro e negarem atendimento ao paciente.

Segundo servidores do serviço, a suspeita de ebola foi descartada ainda na regulação, que é uma espécie de investigação feita pelos profissionais de saúde antes mesmo de chegarem ao local da ligação. Ao constatarem que o profissional era estrangeiro e que estava no Brasil há mais de um ano confirmado por outras pessoas próximas ao paciente descartaram a suspeita de ebola.

Assim que outra equipe foi acionada para realizar o atendimento ao senegalês e pelo visto as profissionais serão punidas, uma vez que se negaram a prestar o socorro solicitado.