"Informações sobre a rebelião em Guarapuava, Paraná"

Informações sobre a rebelião em Guarapuava, Paraná

Mais de 250 detentos participam de rebelião na Penitenciaria Industrial de Guarapuava (PIG). Segundo a Polícia Militar o Primeiro Comando da Capital (PCC) está envolvido na ação.

Rebelião no presidio de Guarapuava
PIG

Mais de doze agentes penitenciários estão sob reféns na rebelião que acontece na manhã desta segunda-feira  (13) de outubro, na Penitenciaria Industrial de Guarapuava (PIG).

Aproximadamente 250 detentos tomaram as galerias e feriram agentes penitenciários do presidio da cidade.

Rasgando até a grade lateral do prédio, um homem foi jogado do telhado em uma altura de cerca de 4 metros. Ainda não se sabe se ele era um detento ou era agente penitenciário.

De acordo com a Policia Militar, estariam envolvidos a comando da rebelião o grupo do Primeiro Comando da Capital (PCC), que teria começado a assumir o motim iniciado por volta das 12h (horário de Brasília). A negociação estaria acontecendo entre a Polícia Militar, a direção da Penitenciaria Industrial de Guarapuava e a juíza da Vara de Execuções Penais, Patricia Carbonieri.

Mais de 12 agentes penitenciários são mantidos reféns segundo  a Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju).