"Medidas de segurança serão tomadas no Rio de Janeiro para as eleições 2014"

Medidas de segurança serão tomadas no Rio de Janeiro para as eleições 2014

O Rio de Janeiro anunciou dia 2 de outubro que tomara medidas de segurança extraordinárias para garantir a realização da primeira rodada das eleições 2014.

Segurança no Rio
Reforça a segurança para as eleições de este domingo. (Foto: Christophe Simon/AFP)

Depois que vários locais foram alvos de incidentes e colocaram em alerta as autoridades brasileiras o governo do Rio de Janeiro tomará medidas de segurança extraordinárias para contenção da violência para este domingo de eleições.

Mesmo que a violência não é um assunto muito distante das zonas da cidade fluminense, os cinco mortos registrados nas ultimas horas atingidos por tiros e com cenas de confronto entre policias e narcotraficantes, o secretario de Segurança da cidade, José Mariano Beltrane, impulsor das politicas de “pacificar” as favelas da cidade por meio de uma medida e ocupação  da policia militar desde 2008, anuncio que a partir de amanha sexta-feira dobrará o numero de efetivas tropas de elite.

“É a terceira eleição ao vivo e que tem uma predisposição para que os confrontos ocorram em períodos eleitorais. Em 2007 foram ateado fogo a um ônibus e com pessoas dentro do veiculo. Em 2010 queimaram dezenas de ônibus. Por isso já esperamos este tipo de ações”, disse Beltrame.

Longe de ser um caso em separado, a violência nas favelas do Rio de Janeiro já vem aparecendo muito nas noticias da ultima semana, com invasões policias, incluindo a zona sul a zona da classe alta da cidade, onde encontramos a favela da Rocinha, supostamente pacificada pela ocupação da policia militar.

Esta previsto mais de 30 mil militares para cobrir este domingo de eleições para garantir a segurança de todo o Brasil,  segundo os dados do Exercito brasileiro, acentua que utilizara drones para monitorar a situação da segurança posta em perigo em algumas regiões.