"Parreira compara os 7 a 1 do Brasil com o atentado às Torres Gêmeas"

Parreira compara os 7 a 1 do Brasil com o atentado às Torres Gêmeas

Coordenador da Seleção Brasileira Parreira compara a derrota história do Brasil 7 a 1 frente à Alemanha com o atentado terrorista das Torres Gêmeas. “Pensei que iria parar em cinco”.

Parreira compara a vergonha dos 7 a 1 ao atentado de 11 de setembro em NY.
Parreira compara a vergonha dos 7 a 1 ao atentado de 11 de setembro.

O brasileiro Carlos Alberto Parreira, coordenador da Seleção Brasileira de Futebol durante a Copa do Mundo Brasil 2014, comparou a derrota histórica de 7 a 1 para a Alemanha como um ataque terrorista às Torres Gêmeas.

Parreira, conhecido por sua façanha em 1994, com o Campeonato Mundial da FIFA, chegou ao nível de comparação um tanto quanto única de comparar a morte de milhares de pessoas a vergonha protagonizada pela seleção anfitriã.

“Foi um apagão, um descontrole total do time. Não sei explicar. Nossa equipe era boa, mas não era a melhor, porem não era para ser de 7 a 1. Não da para sentir nada, não acreditei. É igual ao que aconteceu com as Torres Gêmeas, caiu a primeira torre e ninguém acreditou, pensava que era mentira”, disse o treinador ao canal “Sport TV”.

Os 7 a 1 que a Alemanha marcou ao time brasileiro foi a maior goleada histórica que a seleção já sofreu em uma Copa do Mundo de Futebol.