"Monge mumificado meditando há 200 anos poderia estar vivo"

Monge mumificado meditando há 200 anos poderia estar vivo

A múmia de um monge budista em posição de meditação foi encontrada na Mongólia e especialistas dizem que ela poderia estar viva e com 200 anos de vida.

Monge mumificado meditando há 200 anos poderia estar vivo.
Achado de uma múmia de um monge budista mumificado há mais de 200 anos se torna um mistério. (Foto: Twitter).

O achado de uma múmia de um monge budista mumificado há mais de 200 anos em posição de meditação causa estranhamento em um centro forense na Ásia oriental. Ulan Bator acabou se tornando um centro de peregrinação na capital da Mongólia a qual dizem que poderia estar viva.

Com as pernas cruzadas e em posição de lótus e coberto de peles de cordeiro, a múmia foi descoberta na última semana.

Ainda não se tem conhecimento sobre a identidade da múmia, mesmo que não alguns especialistas relatam que poderia ser de uma pessoa do século XIX.

Muitos experts monges budistas defendem a posição de que a munia na verdade ainda não estaria morta, sobretudo que estaria em um estado de meditação profunda chama de “tukdam”, uma espécie de transe entre a vida e a morte.