"Facebook menciona o futuro das redes sociais na próxima década"

Facebook menciona o futuro das redes sociais na próxima década

Foto: Wikipedia – Original-facebookLeer también: Uefa seleciona tecnologia “Hawk-Eye” para linha do gol na Euro 2016Leer también: Google poderá continuar com projeto de biblioteca digital São Paulo – O Facebook não deseja ficar para trás, como ocorreu com outras redes sociais populares, como o MySpace e o Orkut. Por isso, a companhia anunciou nesta semana […]

Foto: Wikipedia – Original-facebook

São Paulo – O Facebook não deseja ficar para trás, como ocorreu com outras redes sociais populares, como o MySpace e o Orkut. Por isso, a companhia anunciou nesta semana os seus planos de expansão para os próximos 10 anos, que envolvem chats inteligentes, conectividade mundial e óculos de realidade virtual mais discretos.

Facebook é um site e serviço de rede social que foi arremessado em 4 de fevereiro de 2004, operado e de propriedade privada da Facebook Inc..

Mark Zuckerberg dividiu o futuro da companhia em duas períodos: o planejamento para os próximos cinco anos e para a próxima década. Até 2021, a companhia vai melhorar e dar mais destaque para as transmissões de vídeos ao vivo em sua rede social e manter o foco nos seus aplicativos Messenger, WhatsApp e Instagram.

A ideia é fazer tudo isso ao mesmo tempo que a companhia continua a aperfeiçoar a pesquisa e os grupos no Facebook.

Nos apps de mensagens, vai ser habitual, na visão do Facebook, interagirmos com bots no Messenger. Vamo receber respostas automáticas eficientes ao ponto de dispensar a necessidade de realizar ligações para um SAC, quando mandarmos uma mensagem para uma companhia pelo app.

Esses bots prometem ser bem melhores do que aqueles simples vistos nos tempos de MSN. Isso porque eles são o resultado dos esforços de inteligência artificial da empresa. Além de tirar dúvidas, eles vão poder também auxiliar o usuário a completar compras.

Divulgação/Facebook

Agora, para os próximos 10 anos, a companhia tem planos mais ambiciosos e futurísticos. O Facebook acredita que a plataforma de realidade virtual vai estar amadurecida e nossa comunicação por esse mundo alternativo vai ser possível.

Zuckerberg declarou acreditar que os óculos de realidade virtual serão bem mais parecidos com óculos habituais, e não grandes como são hoje o Rift ou o Gear VR. Entretanto, o CEO indicou também que esses acessórios poderão apresentar imagens em realidade ampliada . Até o momento, a companhia não chegou a investir nesse segmento.

Outro plano do Facebook é levar a internet a mais pessoas. Hoje, mais de 4 bilhões – que poderiam estar no Facebook – ainda não têm acesso a web.

A iniciativa Internet.org não é nova, ela existe desde 2013 e já conectou mais de 25 milhões de pessoas à internet. O que o Facebook declarou que fará nos próximos anos é continuar a expandir o projeto, que ainda precisa chegar a muitos países, e até mesmo utilizar drones que comunicam sinal de internet via laser em locais com pouca conectividade .

Como maneira de reafirmar seu compromisso de conectar o mundo, o Facebook oferece o programa Free Basics, que dá acesso gratuito para a rede social e a alguns sites que a companhia considera importantes.

São Paulo – O Facebook realiza hoje a sua conferência voltada para desenvolvedores e muitas novidades devem ser exibidas ao público. Entre elas, estão uma loja de bots e um recurso de mensagens que se apagam após a visualização, duas inovações que vão chegar ao app de bate-papo da rede social, o Messenger.Para tornar isso possível, a rede social tem que oferecer APIs para desenvolvedores que poderão utilizar-las parainstituirrdiversassespéciess de bots e oferecê-los em uma loja semelhante a App Store ou a Google Play Store.

Fora isso tudo, a companhia ainda planeja desenvolver tecnologias de inteligência artificial para instituir soluções mais inclusivas para o público, como leitura de fotos para cegos, ou diagnósticos de problemas médicos, como câncer de pele, por meio de fotos.

Ao mesmo tempo que conserva sua base de mais de 1 bilhão de usuários ativos na rede social, só o tempo declarará, se a companhia vai conseguir entregar tudo que planeja para os próximos 10 anos. No entanto, as intenções anunciadas pela empresa mencionam que o futuro das redes sociais não está nos apps por bastante tem, e, sim, na realidade virtual.

Sentiment score: SLIGHTLY POSITIVE

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Facebook menciona o futuro das redes sociais na próxima década
>>>>>O que esperar do F8, o maior evento do ano do Facebook – April 12, 2016

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

IdEntityPositiveNegativeNamed-EntityTotal occurrencesOccurrences (appearances)
1companhia00NONE8 uma empresa: 1, a companhia: 1, a empresa: 6
2Facebook400ORGANIZATION7 (tacit) ele/ela (referent: o Facebook): 1, O Facebook: 1, o Facebook: 3, (tacit) ele/ela (referent: O Facebook): 1, a Facebook_Inc.: 1
3anos00NONE6 10 anos: 4, os próximos anos: 1, cinco anos: 1
4próximos00NONE4 os próximos: 4
5rede00NONE4 a rede social: 4
6org035OTHER3 org: 1, (tacit) ele/ela (referent: org): 1, ela (referent: org): 1
7paulo600PERSON3 paulo: 2, (tacit) ele/ela (referent: paulo): 1
8desenvolvedores00NONE3 desenvolvedores: 3
9tudo00NONE3 tudo: 3
10inovações1400NONE2 duas inovações: 2