"Dilma se prepara para resistir a impeachment no Senado; governo deseja ganhar no “mérito”"

Dilma se prepara para resistir a impeachment no Senado; governo deseja ganhar no “mérito”

Vou até o fim Dilma Rousseff já se prepara para 180 dias de resistência caso a abertura do impeachment seja confirmada pelo Senado. No governo, espera-se que, com o comando do processo saindo das mãos de Eduardo Cunha para as de Ricardo Lewandowski, o rito seja menos hostil ao Planalto. A expectativa é que o ajuste […]

Vou até o fim Dilma Rousseff já se prepara para 180 dias de resistência caso a abertura do impeachment seja confirmada pelo Senado. No governo, espera-se que, com o comando do processo saindo das mãos de Eduardo Cunha para as de Ricardo Lewandowski, o rito seja menos hostil ao Planalto. A expectativa é que o ajuste fiscal sugerido por Michel Temer, a pressão de movimentos sociais e, enfim, desdobramentos da Lava Jato permitam que a petista recomece o mandato ao fim do julgamento.

Eles tentarão reforçar o discurso do governo federal de que a saída da presidente trata-se de um “golpe” e que acontece graças a uma espécie de “conluio” entre o vice-presidente Michel Temer e o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha .

Portas abertas Quem esteve com Renan Calheiros ultimamente declara que ele tem advertido para o risco do “já ganhou”. O peemedebista alega que o Senado vai aceitar o impeachment, mas que o julgamento do mérito pode ser mais favorável ao governo do que se imagina.

Quem é uma revista publicada no Brasil pela Editora Globo, uma revista enfocando temas sobre as famas em evidência do cenário nacional e mesmo internacional.

Munição O recurso que a AGU exibiu nesta quinta não é a única arma jurídica do governo. Novos pedidos agredirão o mérito da resolução se a Câmara aprovar o impeachment. O Planalto deseja que o processo volte à estaca zero.

Não vale O PT tentará anular a indicação do PMDB para a relatoria da comissão do impeachment no Senado. Declara que a sigla é parte interessada na deposição de Dilma.

Valeu! Para não correr riscos de perder a posição, o PMDB a ofereceu ao PSDB. Mas o senador Aécio Neves, que mencionou Antonio Anastasia para a presidência, rejeitou a oferta. Não deseja o posto de carrasco do impeachment.

Planalto é a classificação dada a uma maneira de relevo constituída por uma superfície aumentada, com cume quase nivelado, comumente devido na corrosão eólica ou pelas águas.

Meu erro O Planalto admite ter subestimado a habilidade de Temer de cooptar aliados e o poder do que Dilma chama de “combate psicológico”: a sensação comunicada pelo opositor de que o triunfo já estaria dada.

Quem manda A despeito da ideia de um ministério de notáveis, Temer deseja uma coisa de sua futura equipe: votos no Congresso. Precisa que os nomes para a Esplanada aumentem a lealdade das bancadas.

Muy amigo Leonardo Picciani deu o cano em Dilma no café oferecido nesta quinta. Amigo Leonardo Picciani é líder do PMDB. Palacianos ficaram enfurecidos.

Esse aí passou Já o Palácio do Jaburu está “contentíssimo” com a performance de Picciani. Um cacique aliado do vice declara: “Pode até ficar na liderança, se ele trouxer votos”.

Vai que dá Se sobreviver ao impeachment, Dilma deseja montar uma base enxuta e fiel. “Não desejo uma maioria balofa”, declarou a líderes. Trata-se, na verdade, de necessidade. O Planalto sabe que uma maioria numérica é sonho irrealizável.

Chegou a hora O ministro Gilberto Kassab declaroue a amigos quevai deixará o governo seja qual for o resultado de domingo. Declarou: “Não me sentiria confortável”.

Dúvida A militância pressiona para que Lula esteja com Dilma em acontecimento no sábado. Ele não confirmou.

‌Doce lar Temer tem que assistir à veleiçãode domingo em SP. “Os vizinhos são melhores”, brinca um aliado, sobre a proximidade entre o Jaburu e o Alvorada, residências oficiais do vice e de Dilma.

Resta um? O PMDB selecionou os deputados que vão falar em nome da bancada no domingo: Soraya Santos , Osmar Serraglio , Lelo Coimbra , Manoel Junior e Leonardo Picciani .

Quando até Hugo Leal, com esse sobrenome e vice-líder do governo até a semana passada, decide votar contra Dilma, predestinado De Chico Alencar , sobre as esperadas “traições”: “ é que as coisas estão difíceis.”

Interessa? A Odebrecht Transport começou conversas com a japonesa Mitsui para a venda de parte de seu investimento em rodovias, portos e no aeroporto do Galeão. As duas já são sócias na empresa que controla a Supervia e a linha 6 do metrô de SP.

A Fiesp declara que não pagará o pato e financia os grupos pró-impeachment com dinheiro de impostos. O Skaf é um Mario Amato 2.0.

DO DEPUTADO VALMIR PRASCIDELLI , sobre o atual e o antigo presidente da Fiesp, que atuou contra a candidatura de Lula em 1989.

CONTRAPONTO

Política não se debate

Ministros do PMDB e senadores petistas jantavam na casa do presidente do Senado na noite de quarta-feira . O menu era a crise e a eleição que poderia depor a presidente da República dali a quatro dias.

Todos falavam alto, avaliando o quadro, exceto o anfitrião Renan Calheiros, que estava quietinho num canto da sala, agarrado com um celular.

— Psiu, estou acompanhando o jogo — declarou o peemedebista, deixando muitos intrigados.

— Que jogo? — perguntou um dos convivas.

— Murici X CRB. Estamos ganhando de 3 a 0! — explicou, para risada de todos os presentes.

Sentiment score: POSITIVE

Countries: Portugal

Cities: Coimbra

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Dilma se prepara para resistir a impeachment no Senado; governo deseja ganhar no “mérito”
>>>>>Governo tentará blindar deputados de pressões de grupos pró-impeachment – April 11, 2016
>>>>>>>>>Renan arquiva pedido de impeachment de ministro do STF – April 06, 2016
>>>>>>>>>>>>>Para Planalto, decisão de Mello facilita acordo para barrar impeachment –
>>>>>>>>>>>>>Temer e Dilma cometeram o mesmo crime, diz autor de pedido de impeachment do vice –
>>>>>>>>>>>>>Relator apresenta parecer sobre impeachment: Entenda o que está em jogo –
>>>>>>>>>Temer se refere a proposta para antecipar eleição geral como ‘jeitinho’ –
>>>>>>>>>As surpresas de Cunha – April 09, 2016
>>>>>>>>>>>>>Cardozo dirá que Cunha agiu por vingança pessoal em impeachment –
>>>>>>>>>>>>>Cardozo falta com a verdade, afirma Cunha sobre tese de ‘vingança’ –
>>>>>>>>>>>>>Ministro do STF decide que Cunha deve dar seguimento a pedido de impeachment de Temer –

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

IdEntityPositiveNegativeNamed-EntityTotal occurrencesOccurrences (appearances)
1eu00NONE8 (tacit) eu: 7, me: 1
2Quem1200ORGANIZATION7 ele (referent: Quem): 1, (tacit) ele/ela (referent: Quem): 4, Quem: 2
3Dilma Rousseff00PERSON6 Dilma: 5, Dilma_Rousseff: 1
4Renan Calheiros00PERSON6 (tacit) ele/ela (referent: o anfitrião Renan_Calheiros): 3, Renan_Calheiros: 1, o anfitrião Renan_Calheiros: 2
5Senado0140ORGANIZATION4 (tacit) ele/ela (referent: o Senado): 2, o Senado: 2
6Palacianos800PERSON4 (tacit) ele/ela (referent: Palacianos): 2, ele (referent: Palacianos): 1, Palacianos: 1
7Fiesp080ORGANIZATION3 (tacit) ele/ela (referent: a fiesp): 1, (tacit) ele/ela (referent: A Fiesp): 1, A Fiesp: 1
8Michel Temer700PERSON3 o vice-presidente Michel_Temer: 1, Michel_Temer: 1, Doce lar Temer: 1
9o Planalto300PLACE3 O Planalto: 2, o Planalto: 1
10governo00NONE3 o governo: 3