"Cameron sugere lei contra evasão fiscal durante discurso ao Parlamento"

Cameron sugere lei contra evasão fiscal durante discurso ao Parlamento

Foto: Wikipedia – Jeremy Corbyn cropLeer también: Maluf continua na lista de procurados da Interpol, declara procuradoria de NYLeer también: Reino Unido: Corbyn e Cameron juntos pelo SIM à UE David Cameron reafirmou nesta segunda-feira que não cometeu nenhuma anormalidade no caso do fundo offshore que Ian conservava nas Bahamas David Cameron é o primeiro-ministro […]

Foto: Wikipedia – Jeremy Corbyn crop

David Cameron reafirmou nesta segunda-feira que não cometeu nenhuma anormalidade no caso do fundo offshore que Ian conservava nas Bahamas David Cameron é o primeiro-ministro do Reino Unido. Ian é seu pai. que não cometeu nenhuma anormalidade no caso do fundo offshore que seu pai, Ian, conservava nas Bahamas, e que apareceu no megavazamento de documentos do escritório panamenho de advocacia Mossack Fonseca e que ficou conhecido como “Panama Papers”.

Quando se noticiara os Panama Papers os ” Panama Papers “, o nome do pai do chefe do executivo britânico, que morreu em 2010, foi um dos primeiros a ser divulgado. Com o Blairmore Investment Trust Ian Cameron, evitou pagar impostos no Reino Unido.Após as revelações, no último domingo, o primeiro-ministrotardouu quatro dias a admitir que tinhtidodo acções offshore numcompanhiaesa com sede nas Bahamainstituídaada pelo seu pai, qfaleceureu em 2010.Declarações que não persuadiram a oposição trabalhista, liderada por Jeremy Corbyn. Num discurso inflamado, Corbyn acusou Cameron de não ter respeitado as normas da parlamento ao não ter dito que tinha contas offshore.

Londres, 9 de outubro de 1966) é um político britânico, atual primeiro-ministro do reino juntado e líder do partido conservador.

Em pronunciamento na Câmara dos Comuns, Cameron declarou que seu histórico fiscal e seus investimentos estão “totalmente dentro de uma prática norma”. Ele defendeu o pai, morto em 2010, sobre quem têm sido publicadas declarações “profundamente dolorosas e mentirosas”, alegou.

Cameron também anunciou que vai sugeri novas leis para ampliar a clareza do sistema financeiro. “Sob a legislação atual é difícil processar uma companhia que ajuda clientes a cometer evasão fiscal, mas vamos sugeri que se possa criminalizar corporações que não impedem seus funcionários de facilitar a evasão de impostos por parte de seus clientes.”

O ainda que destinará 10 milhões de libras para uma força-tarefa que analisará todas as informações que se tornaram disponíveis após o vazamento dos “Panama Papers, premiêdeclaroue” ebeberáá medidas em caso de crimes financeiros cometidos por britânicos.

A divulgação dos “Panama Papers” aconteceu no dia 3. Ao longo de quatro dias, Cameron negou ter se beneficiado de alguma forma da offshore. Só na quinta-feira , o líder britânico admitiu que vendeu sua parte no fundo por 31,5 mil libras em janeiro de 2010, quatro meses antes de assumir o poder.

Cameron aos parlamentares nesta segunda , repetindo o que já havia dito em entrevista à ITV na quinta ddeclarou “Vendi porque não qdesejavaque lerguessemnenhuma questão de conflito de interesses”.Segundo Cameron, sua parte no fundo havia sido comprada por 12.497 libras em 1997. Com a venda, portanto, o lucro dele e de sua mulher, Samantha, foi de 19.003 libras . Eles ficaram isentos de pagar impostos porque o valor ficou 300 libras abaixo do limite para o pagamento de taxas sobre ganhos de capital no país.

No sábado , Cameron reconheceu que não gerenciar de forma adaptada a situação instituída pelos “Panama Papers”. “Não foi uma grande semana. Eu sei que teria que ter lidado melhor com isto”, declarou, durante fórum do Partido Conservador em Londres.

No discurso aos parlamentares desta segunda, ele alegou que “teríamos que defender o direito de todo cidadão britânico de ganhar dinheiro legalmente”. Para Cameron, “ambição e criação de riquezas não podem ser [consideradas] vocábulos sujos”.

Em resposta no Parlamento, Jeremy Corbyn declarou que o discurso de Cameron era uma “obra-prima na arte de distrair”. Jeremy Corbyn é o líder do inimigo Partido Trabalhista. Alegou: “Há uma norma para os super-ricos e outra para todo o resto”. Para o parlamentar da oposição, o premiê “não compreendeu totalmente a contrariedade [da população] que está lá fora”.

Jeremy Bernard Corbyn é um político britânico e líder do Partido Trabalhista desde 12 de Setembro 2015, deputado pelo círculo de Islington North desde 1983.

Cameron ironizou Corbyn: “Vocês [trabalhistas] acharam um potencial primeiro-ministro que deseja devolver as ilhas Falklands?”, numa referência a uma proposta de Corbyn de um acordo com a Argentina para dividir o poder sobre as Malvinas, território controlado pelos britânicos.

O primeiro-ministro britânico admitiu que foi detentor de atos de uma sociedade registada nas Bahamas, compradas em 1997. Mas garantiu também que antes de ser eleito Primeiro-ministro vendeu tudo.

No domingo , Cameron publicou sua declaração de imposto de renda, em uma tentativa de provar clareza de suas contas. No ano fiscal de abril de 2014/abril de 2015, ele pagou 76 mil libras de impostos sobre uma renda de mais de 200 mil libras .

Depois do anúncio, outros políticos britânicos de alto escalão começaram a ser cobrados para divulgar seus impostos pagos. George Osborne o fez nesta segunda . George Osborne é o ministro das Finanças. Em sua declaração do ano fiscal 2014/2015 aparece o pagamento de 72,2 mil libras para uma renda de 198,7 mil libras .

O líder trabalhista Corbyn divulgou sua declaração no meio da sessão do Parlamento com Cameron.

Sentiment score: NEGATIVE

Countries: United Kingdom, Bahamas, Argentina

Cities: London

A história desta notícia a partir de notícias prévias:
>Cameron sugere lei contra evasão fiscal durante discurso ao Parlamento
>>>>>Cameron adimte que teve ações de um fundo de investimento do pai nas Bahamas – April 08, 2016
>>>>>>>>>Pai do primeiro-ministro britânico é citado em caso de fraudes fiscais – April 04, 2016
>>>>>>>>>>>>>Dados vazados ligam líderes a suspeitas de fraudes fiscais –
>>>>>>>>>>>>>Fuga de informação revela estratégias de ricos e poderosos para esconderem fortunas –
>>>>>>>>>>>>>Panama Papers: vazamento de milhões de documentos revela paraísos fiscais de ricos e poderosos –
>>>>>>>>>Panamá: Cameron nega ter cometido irregularidades – April 05, 2016
>>>>>>>>>>>>>Panamá: Personalidades mundiais expostas em fuga de documentos sem precedentes – April 03, 2016
>>>>>“Panama Papers”:David Cameron admite comunicação calamitosa – April 09, 2016
>>>>>>>>>Cameron admite falhas ao lidar com revelações dos ‘Panamá Papers’ –
>>>>>>>>>Cameron admite ter se beneficiado de offshore relevada no ‘Panama Papers’ –
>>>>>Panama Papers: Cameron responde a acusações com novas medidas contra evasão fiscal – April 11, 2016
>>>>>>>>>Cameron sob pressão a poucos meses do referendo – April 08, 2016

Entidades mais mencionadas e sua valorização na notícia:

IdEntityPositiveNegativeNamed-EntityTotal occurrencesOccurrences (appearances)
1Cameron0315PERSON20 Cameron: 11, Ele (referent: Cameron): 1, ele (referent: Cameron): 2, (tacit) ele/ela (referent: Cameron): 6
2Jeremy Bernard Corbyn300PERSON11 (tacit) ele/ela (referent: Jeremy_Corbyn): 3, Jeremy_Bernard_Corbyn: 1, Jeremy_Corbyn: 1, Jeremy_Corbyn (apposition: o líder de o opositor Partido_Trabalhista): 1, o (referent: Jeremy_Corbyn): 1, Corbyn: 3, (tacit) ele/ela (referent: Corbyn): 1
3eu1000NONE6 (tacit) eu: 5, Eu: 1
4libras00NONE5 12.497 libras: 1, 300 libras: 1, 31,5_mil libras: 1, 19.003 libras: 1, 200_mil libras: 1
5primeiro-ministro140116NONE4 o primeiro-ministro: 1, um potencial primeiro-ministro: 2, O primeiro-ministro britânico: 1
6fundo00NONE4 fundo offshore: 2, o fundo: 2
7pai070NONE3 seu pai: 1, o pai: 2
8Bahamas00ORGANIZATION3 as Bahamas: 3
9David Cameron00PERSON3 (tacit) ele/ela (referent: David_Cameron): 2, David_Cameron (apposition: O primeiro-ministro de o Reino_Unido): 1
10Panama Papers00ORGANIZATION3 Panama_Papers: 1, os Panama_Papers: 2